9 dicas de presentes para bebês para um Natal sem consumismo

O Natal é uma data repleta de significados, como solidariedade com o próximo e união entre as famílias. No entanto, tais simbolismos muitas vezes são ocultados pelo apelo consumista que foi agregado ao período natalino. Lojas cheias, itens plásticos que nem sequer precisamos, inúmeros parcelamentos no cartão de crédito e até dívidas. Tais são alguns dos sintomas de que algo não está alinhado com a essência do Natal e é preciso sair do modo piloto automático para um olhar mais crítico.

Isso não significa abolir ou demonizar qualquer troca de presentes. É possível ter um natal sem consumismo, buscando alternativas que estejam de acordo com um olhar mais sustentável e mais “carinhoso”, digamos assim, com o nosso planeta e as gerações futuras.

Algumas perguntas que podem ajudar no processo de reflexão:

  • O que estou comprando é realmente útil e será bem aproveitado?
  • Existe algum material alternativo e mais sustentável para o item que desejo (uma versão de madeira de um objeto de plástico, por exemplo)?
  • A loja ou marca em que escolhi comprar está comprometida com questões sociais e/ou ambientais? É alinhada com meus valores pessoais?
  • Tenho condições de gastar esse valor neste momento com o presente? Saúde financeira é um tópico importante na equação, até porque está relacionado com o nosso bem estar mental.

Como é possível perceber, trata-se de olhar para o consumo de uma forma diferente, refletindo ao longo do processo de decisão e compra. Com isso vamos reeducando nossas ações e aos poucos também trabalhando com os pequenos consumidores que temos em casa, para criar pequenos cidadãos mais atentos e conscientes.

Dito isso, preparamos 9 dicas de presentes para bebês para um Natal sem exageros. Afinal, no primeiro ano as crianças dão um salto de tamanho e no desenvolvimento. Alguns items são usados por pouquissímo tempo e não representam o melhor investimento.

Confira as nossas sugestões:

1 – Viagem

Que tal trocar o presente do bebê por uma experiência? Afinal, o que as crianças mais precisam na infância é tempo e interações com os pais.

Uma viagem para um resort ou hotel com uma boa estrutura pode dar um respiro para toda família cansada da rotina com inúmeras demandas. É a oportunidade perfeita para desacelerar e criar memórias sem ter que ficar de olho no celular o tempo todo, dividindo a atenção entre brincadeiras e pendências profissionais.

Programe nem que seja um fim de semana e pesquise um local que atenda bem a sua família. Muitas hospedagens oferecem pensão completa e vários acessórios que facilitam uma viagem com bebês, inclusive de poucos meses. Banheira infantil, copa do bebê, berço no quarto são alguns dos pontos para questionar na hora da reserva. Assim é só uma questão de arrumar as malas e relaxar!

Dica extra: pais com bebês e filhos mais velhos podem se beneficiar de um lugar com programação diversificada, como clube infantil, oficinas de esportes ou artes. Assim todos, independente da idade, terão algo do seu interesse.

2 – Oficinas para pais e filhos

Sabe aqueles eventos que você sempre fica de olho, mas não marca porque falta tempo, disponibilidade ou mesmo dinheiro? Sem desculpas! Transforme isso em um presente de Natal para curtir com o seu bebê.

Pode ser uma aula de yoga para pais e filhos, oficina de música ou dança com bebês, workshop sensorial e por aí vai. Muitas cidades, principalmente as capitais, oferecem uma infinidade de cursos e atividades. Vale a pena pesquisar e encontrar uma alternativa que combine com o perfil da sua família.

3 – Ensaio fotográfico

Ainda na ideia de trocar um presente por uma experiência, uma sugestão é optar por um ensaio fotográfico.

O estilo lifestyle, por exemplo, funciona bem em casa ou em um ambiente que a família conheça e frequente, como o parquinho do bairro, o sítio da família, etc. Ele tem como objetivo capturar as interações das pessoas com a maior naturalidade possível, retratando um pouquinho da rotina.

Pode ser perfeito para registrar o bebê com seus brinquedos favoritos, curtindo o colo dos pais, comendo, enfim, interagindo no seu dia a dia.

Outra possibilidade é convidar os avós ou outras pessoas próximas para uma parte do ensaio, criando memórias mais naturais e que vão servir como registro da fase que a família vive.

4 – Brinquedos de madeira

Os brinquedos de madeira costumam fazer sucesso não só com os pequenos, mas também com os pais! Isso porque eles:

  • Permitem diferentes interações e um brincar mais livre, voltado para imaginação e criatividade;
  • São versáteis e acompanham a criança em diferentes fases da infância;
  • São duráveis e podem inclusive passar de uma criança para outra (circular entre irmãos, primos e amiguinhos).

Outro grande bônus é na questão sustentabilidade. Diferente de brinquedos de plástico, que geram um lixo que ficará por anos e anos no planeta, os brinquedos de madeira têm um tempo de decomposição muito menor, representando uma escolha mais consciente. Um exemplo: enquanto alguns tipos de plástico levam mais de 400 anos para se decompor, a madeira pintada leva em média 13 anos.

Os brinquedos de madeira podem ser de encaixar, empilhar ou montar, como os blocos da Tibuá. Eles envolvem toda família na brincadeira, proporcionando diferentes interações.

5 – Bonecos de pano

 

Brincar de boneca ensina sobre cuidado e afeto, com reproduções de interações sociais que os pequenos acompanham ao seu redor. É uma brincadeira que se adapta conforme a criança cresce, estando presente em mais estágios da infância.

Os bonecos e bonecas de pano são uma alternativa aos modelos de plástico ou com o corpo de tecido e a cabeça de plástico. Podem ser comprados de artesões, incentivando assim um comércio mais justo e sustentável.

6 – Utilidades para a rotina do bebê

Esqueça a ideia de comprar um presente simplesmente pela “obrigação” de presentear. Se você não sabe o que comprar para um bebê, que tal perguntar aos pais o que eles podem estar precisando?

Uma série de itens úteis no primeiro ano do bebê podem se tornar presentes valiosos e que vão facilitar a rotina da família de diferentes formas. Algumas sugestões:

  • Carregadores de bebê: são usados pelos pais, mas com benefícios que passam diretamente pelos bebês.
  • Saco de dormir: aconchego e segurança para o sono dos pequenos. Um presente que será usado regularmente e que vai acompanhar a criança ao longo do seu crescimento.
  • Acessórios de alimentação: dica para bebês que logo vão iniciar a introdução alimentar. Uma cesta com frutas, prato, babador e copinho pode ser um presente diferente e charmoso para marcar a nova fase da família.

7 – Roupas

Roupa é sempre um presente bacana, pois conforme o bebê cresce vai perdendo muitas peças. Ao escolher um item, priorize o conforto do bebê e tecidos respiráveis, como o algodão. São as melhores opções para brincar e usar no dia a dia.

Muitas marcas de mães empreendedoras estão crescendo no mercado de roupas infantis. Comprando delas você está incentivando pequenos e médios negócios, além de produtos nacionais.

8 – Livros

Livros são sempre um bom presente, não importa a idade da criança! Eles introduzem novas palavras, cores, figuras e inúmeras possibilidades. Também oportunizam momentos únicos entre pais e filhos, inserindo o hábito da leitura desde os primeiros meses de vida.

Na hora de escolher o livro vale explorar diferentes opções. Os modelos com texturas ou sons costumam chamar a atenção dos bebês, justamente por trabalharem mais de um sentido, como o tato e a audição.

9 – Feito a mão

A ideia de presentear carrega todo um sentimento de carinho e afeto. Por isso, um presente feito a mão se torna ainda mais especial e cheio de significado, principalmente porque envolve o tempo e talento da pessoa que fez o presente.

Alguns presentes feitos a mão que podem ser uma linda recordação para um bebê: um bordado ou pintura para decorar o quartinho ou espaço de brincar, um gorro ou acessório de crochet ou tricô, uma caixa personalizada para guardar lembranças do bebê, etc.

***

Ideias não faltam! Como você viu, o fundamental é pensar sobre o presente e sair do automático de comprar por comprar.

Invista o seu dinheiro em negócios que estejam alinhados com os seus valores. Assim, o ato de presentear vai além de quem dá e quem recebe, pois também ganha um novo significado para as pessoas por trás das empresas que você incentiva.

Lindo natal para todos,

Pauline

0 Comentários

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *